Festa da Francofonia – Música
19 de março de 2019
Festa da Francofonia – Teatro
19 de março de 2019
Mostrar todos

Festa da Francofonia – Cinema

O cinema será um dos pontos altos das diversas atrações da 5ª edição da Festa da Francofonia de Belo Horizonte, ao longo do mês de março. Entre os dias 15 e 31, o MIS Cine Santa Tereza e o Cine Sesc Palladium recebem a mostra “Diretoras Francófonas”, com 17 filmes dirigidos apenas por mulheres da comunidade francófona. Também no Cine Sesc Palladium, de 19 a 24 de março, acontece a Festa do Curta-Metragem, com a exibição de 30  títulos.

A mostra “Diretoras Francófonas” segue a linha temática desta edição da festa: a luta pela igualdade de gêneros e a celebração da participação feminina dentro da diversidade das culturas francófonas em todos os continentes. Entre as películas a serem exibidas, destaque para os dramas “Coração de Espinhos” (“Crache coeur”, 2014), de Julia Kowalski, nos dias 22 e 27; e “M” (2016), de Sara Forestier, nos dias 22 e 28; o documentário “Mulheres e homens”, de Frédérique Bedos, nos dias 24 e 29; a comédia dramática “Luna” (2017), de Elsa Diringer, nos dias 24 e 31; e o curta “A carne e os vulcões” (“La chair et les volcans”, 2015), de Demesme Clémence, no dia 31.

Já a Festa do Curta-Metragem se divide em seis temas: “Tudo sobre o esporte”, no dia 19 de março; “Conversations ou la tchatche”, dia 20; “Os filmes da cinemateca da África”, dia 21; “Retorno à escola”, dia 22; “Os 50 Anos do Grec – Grupo de Pesquisas e Ensaios Cinematográficos”, dia 23; e “Les petits malins”, dia 24. Chamam a atenção os curtas produzidos fora do território francês, como o histórico documentário senegalês “África sobre o Sena” (“Afrique sur Seine”, 1955), de Paulin Soumanou Vieyra e Mamadou Saar; e o núcleo de animação “Les petits malins”.

 

SOBRE A FESTA DA FRANCOFONIA:

A Festa da Franconfonia celebra a diversidade das culturas francófonas e a riqueza da língua francesa em todos os continentes. A programação envolve diversos eventos, como espetáculos teatrais e musicais, sessões de cinema, conferências, gastronomia e exposição de fotografia, além de concursos e encontros visando o intercâmbio de brasileiros com universidades francófonas.

 

SERVIÇO:

 

MOSTRA “DIRETORAS FRANCÓFONAS”

Data: de 15 a 31 de março

Locais: MIS Cine Santa Tereza (rua Estrela do Sul, 89, Santa Tereza) | Cine Sesc Palladium  (avenida Augusto de Lima, 420, Centro)

Entrada franca

 

Programação do MIS Cine Santa Tereza

Dia 15

19h30 – “A bela e a bela” (“La belle et la belle”), de Sophie Fillières. França, 2017. Drama/95’. Classificação etária: livre.

Dia 16

19h – “Bom trabalho” (“Beau travail”), de Claire Denis. França, 1999. Drama/93’. Classificação etária: 10 anos.

Dia 17

17h – “Corniche Kennery”, de Dominique Cabrera. França, 2016. Ficção/94’. Classificação etária: livre.

19h – “Aos 14” (“À 14 ans”) de Hélène Zimmer. França, 2015. Romance/86’. Classificação etária: livre.

Dia 20

19h30 – “A vida doméstica” (“La vie Domestique”), de Isabelle Czajka. França, 2013. Ficção/93’. Classificação etária: livre.

Dia 21

19h30 – “Cineast(a)s” (“Cineast(e)s”), de Julie Gayet e Mathieu Busson. França, 2013. Documentário/75’. Classificação etária: livre.

Dia 22

17h – “Coração de Espinhos” (“Crache coeur”), de Julia Kowalski. França, 2014. Drama/83’. Classificação etária: livre.

19h30 – “M”, de Sara Forestier. França, 2016. Drama/100’. Classificação etária: livre.

Dia 23

19h – “Assim que abro os meus olhos” (“A peine j’ouvre les yeux”), de Leyla Bouzid. Bélgica, França, Tunísia, 2015. Drama/106’. Classificação etária: 16 anos.

Dia 24

17h – “Mulheres e homens” (“Des femmes et des hommes”), de Frédérique Bedos. França, 2015. Documentário/52’. Classificação etária: livre. Sessão comentada.

19h – “Luna”, de Elsa Diringer. França, 2017. Comédia dramática/93’. Classificação etária: livre.

Dia 27

19h30 – “Dane-se a morte” “S’e, fout la mort”, de Claire Denis. França, 1990. Drama/90’. Classificação etária: 12 anos.

Dia 28

19h30 – “Le vent tourne”, de Bettina Oberli. Bélgica, França e Suíça, 2017 | Ficção/87’. Classificação etária: 16 anos.

Dia 29

19h30 – “Suzanne”, de Katell Quillévéré. Bélgica e França, 2013. Drama/91’.

Dia 30

19h – “Me tire uma dúvida” (“Ôtez-moi d’un doute”), de Carine Tardieu.  França, 2016. Drama/100’. Classificação: livre.

Dia 31

17h – “A rainha de Montreal” (“Queen of Montreuil”), de Sólveig Anspach. França, 2011. Comédia/87’. Classificação: livre.

19h – “A carne e os vulcões” (“La chair et les volcans”), de Demesme Clémence. França, 2015. Drama/22’. Classificação: livre.

 

Programação do Cine Sesc Palladium

Dia 26

18h – “Cineast(a)s” (“Cineast(e)s”), de Julie Gayet e Mathieu Busson. França, 2013. Documentário/75’. Classificação etária: livre. Sessão comentada.

Dia 27

19h30 – “Coração de Espinhos” (“Crache coeur”), de Julia Kowalski. França, 2014. Drama/83’. Classificação etária: livre.

Dia 28

19h30 – “M”, de Sara Forestier. França, 2016. Drama/100’. Classificação etária: livre.

Dia 29

19h – “Mulheres e homens” (“Des femmes et des hommes”), de Frédérique Bedos. França, 2015. Documentário/52’. Classificação etária: livre. Sessão comentada.

Dia 30

20h – “Assim que abro os meus olhos” (“A peine j’ouvre les yeux”), de Leyla Bouzid. Bélgica, França, Tunísia, 2015. Drama/106’. Classificação etária: 16 anos.

Dia 31

17h – “Luna”, de Elsa Diringer. França, 2017. Comédia dramática/93’. Classificação etária: livre.

19h30 – “Le vent tourne”, de Bettina Oberli. Bélgica, França e Suíça, 2017 | Ficção/87’. Classificação etária: 16 anos.

 

FESTA DO CURTA-METRAGEM

Data: de 19 a 24 de março

Local: Cine Sesc Palladium  (avenida Augusto de Lima, 420, Centro)

Entrada franca

 

Dia 19

19h – Mostra “Tudo sobre o esporte”

– “O skate moderno” (“Le skate moderne”), de Antoine Besse. França, 2014. Documentário/7’.

– “As Garotas” (“Les filles”), de Alice Douard. França, 2015. Ficção/28’.

– “9.58”, de Louis Aubert. França, 2017. Ficção/15’.

– “Huit”, de Mathieu Mouterde. França, 2018. Ficção/10’.

– “Dunk”, de Sophie Martin. França, 2018. Ficção/22’.

 

Dia 20

19h – Mostra “Conversations ou la tchatche”

– “La Virée à Paname”, de Carine May e Hakim Zouhani. França, 2013. Ficção/23’.

– “Convenção de Genebra” (“La convention de Genève”), de Benoît Martin. França, 2016. Ficção/15’.

– “Le dernier des céfrans”, de Pierre-Emmanuel Urcun. França, 2015. Ficção/30’.

– “Goliath”, de Loïc Barché. França, 2016. Ficção/19’.

 

Dia 21

19h – Mostra “Os filmes da cinemateca da África (“Les films de la cinematheque Afrique”)

– “África sobre o Sena” (“Afrique sur Seine”), de Paulin Soumanou Vieyra e Mamadou Saar. Senegal, 1955. Documentário/21’.

– “Madama Esther”, de Luck Razanajaona. Madagascar, 2013. Ficção/15’.

– “Petite Lumière”, de Alain Gomis. França e Senegal, 2003. Ficção/15’.

– “Les avalés du grand bleu”, de Maxime Tchincoun. Togo, 2014. Ficção/26’.

 

Dia 22

19h – Mostra “Retorno à escola” (“Retour à l’ecole”)

– “Zero de conduta” (“Zéro de conduite”), de Jean Vigo. França, 1933. Ficção/44’.

– “De volta à escola” (“Rentrée des classes”), de Jacques Rozier. França, 1955. Ficção/24’.

– “Abra a porta, por favor” (“Open the door, please”),  de Joana Hadjithomas e Khalil Joreige. França, 2007. Ficção/12’.

 

Dia 24

19h – Mostra “Os 50 Anos do Grec – Grupo de Pesquisas e Ensaios Cinematográficos” (“Les 50 ans du Grec”)

– “Paris-Ficelle”, de Laurence Ferreira Barbosa. França, 1982. Ficção/17’.

– “O contrabandista” (“Le Passeur”), de Danielle Arbid. França, 1999. Ficção/12’.

– “As medusas” (“Les méduses”), de Delphine Gleize. França, 2000. Ficção/17’.

– “Awa é uma garotinha muito gananciosa” (“Awa est une petite fille très gourmande”), de Barbara Creutz-Pachiaudi. França, 2004. Animação/6’.

– “A bras le corps”, de Katell Quillévéré. França, 2005. Ficção/19’.

– “Enquanto tivermos espingardas” (“Tant qu’il nous reste des fusils à pompes”), de Caroline Poggi e Jonathan Vinel. França, 2014. Ficção/30’.

 

Dia 24

17h – Mostra “Les petits malins”

– “O garotinho” (“Le petit bonhomme de poche”), de Ana Chubinidze. França, Geórgia e Suíça, 2016. Animação/7’30’’.

– “A lei do mais forte” (“La loi du plus fort”), de Pascale Hecquet. Bélgica e França, 2015. Animação/6’30’’.

– “A luva” (“La Moufle”, de Clémentine Robach”. Bélgica e França, 2014. Animação/8’.

– “Nicolas et Guillemette”, de Virginie Taravel. França, 2008. Animação/9’30’’.

– “Oktapodi”, de Julien Bocabeille e Francois-Xavier Chanioux. França, 2007. Animação/2’30’’.

– “Bonecos de neve” (“Bonhommes”), de Cecilia Marreiros Marum. Bélgica e França, 2004. Animação/8’.

– “La migration bigoudenn”, de Alexandre Heboyan e Eric Castaing. França, 2004. Animação/1’40.

– “Circuito marinho” (“Circuit marine”), de Isabelle Favez. França, 2003. Animação/8’.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *