Aliança Francesa em Belo Horizonte

A Aliança Francesa de Belo Horizonte é uma Associação Brasileira sem fins lucrativos que se dedica ao ensino do idioma francês, à promoção do intercâmbio cultural entre o Brasil e os países francófonos e à valorização dos artistas locais. Fundada em 14 de julho de 1944, seguindo as diretrizes estabelecidas pela Delegação Geral das Alianças Francesas no Brasil e respeitando as especificidades locais, a Aliança francesa de Belo Horizonte é um polo de referência para as outras Alianças Francesas e Centros Correspondentes do estado de Minas Gerais. Hoje, ela está situada em um belo casarão na região da Savassi e conta com uma estrutura moderna e um ambiente muito agradável.

 Por que estudar na Aliança Francesa Belo Horizonte?
 Nossa Equipe
 Conselho Diretor

A Aliança Francesa de Belo Horizonte e a relação cultural com a cidade

Desde 1944 em Belo Horizonte, a AFBH está cada vez mais presente no circuito cultural da cidade, organizando e/ou apoiando eventos de música, teatro, dança, artes plásticas, circo, literatura e cinema, como por exemplo, o Festival Varilux de Cinema Francês, que acontece todos os anos, em todas as capitais brasileiras. Além disso, inscrevemos trabalhos mineiros em vários festivais franceses como a Fête du Graphisme, Prix Photo Web, dentre outros. Em nossa própria sede, contamos com um espaço destinado a exposições de arte, a Galeria Georges Vincent, que já abrigou mostras de artistas como Rodolphe Huguet, Warley Desali, Thiago Alvim, Leonor Decour e Luis Matuto. Todas as salas são equipadas com quadro interativo, vídeo projetor, computador e acesso à internet, o que permite a boa utilização da versão digital dos métodos adotados e de documentos audiovisuais autênticos. Todos os espaços têm conexão wi-fi.


 

Por que estudar na Aliança Francesa Belo Horizonte?

 

Quadro interativo

Instalado em todas as salas da Aliança Francesa Belo Horizonte, o Quadro Interativo ou TNI Tableau Numérique Interactif é um recurso multimídia composto por um quadro branco conectado a um computador, com um software específico. A tela do computador é projetada no quadro e é possível interagir usando a caneta digital e diversas ferramentas disponíveis. O quadro possibilita uma série de atividades interativas, entre elas :
  • Manipular imagens, textos e vídeos em sala de aula.
  • Escrever e desenhar na tela
  • Operar qualquer software em funcionamento
  • Capturar e manipular imagens e vídeos diretamente da Internet ou do material didático
  • Gravar o conteúdo das aulas e enviar aos alunos
  • Realizar atividades on-line
Com esse recurso as aulas são mais dinâmicas, interativas e prazerosas.

Número de alunos adequado

O número de alunos em cada turma pode variar entre 6 e 14, criando condições adequadas para as dinâmicas e interações em sala de aula.

Uma formação intercultural

O conhecimento adquirido é utilizado como ferramenta para diversas etapas da vida. Um aprendizado que potencializa as possibilidades em todas as áreas.

Centro de formação

A Aliança Francesa de Belo Horizonte propõe cursos e oficinas de capacitação e atualização para professores de francês e é uma referência para as outras Alianças Francesas de Minas Gerais. Além disso, atuamos em parceria com o  Serviço de Cooperação e Ação Cultural da Embaixada da França no Brasil (SCAC), a Associação dos Professores de Francês de Minas Gerais e outras instituições em eventos que promovam o encontro e a troca de experiência entre francófonos, francófilos e professores de francês.

Mais cultura

Acreditamos que o aprendizado de uma língua está necessariamente ligado ao conhecimento das suas culturas correspondentes. Por isso, a Aliança Francesa promove diversas atividades culturais (exposições de arte, teatro, cinema, dança, música, circo...) voltadas  para os seus alunos e para o público em geral. Assim, trazemos um pouco da França e dos países francófonos para o cotidiano cultural de Belo Horizonte e damos aos nossos alunos a oportunidade de vivenciar a língua de forma concreta, agradável e instrutiva.

Profissionais qualificados e preparados

Nossa Equipe

 

A Aliança francesa de Belo Horizonte destina parte do seu orçamento anual a cursos de capacitação e atualização para a sua equipe de professores composta de brasileiros e franceses, todos com formação no ensino da língua francesa. Esses cursos acontecem na sua própria sede, em outras cidades e estados do Brasil e no exterior (França, Québec...).

 


  • Adriana Ramos

    Formação em Letras, português e francês pela UFMG e formação intensiva no CAVILAM-Vichy. Atua como professora de francês desde 2012 e integra a equipe da AFBH desde 2018.
  • Amandine Cholez

    Formada em Letras - estudos lusófonos pela Université Blaise-Pascal, Clermont-Ferrand (graduação e mestrado), e em Didática do Francês Língua Estrangeira pela Université François Rabelais,Tours (mestrado). Atua como professora de francês desde 2016 e integra a equipe da AFBH desde 2017.
  • Ana Luiza Lisboa

    Formada em Letras, português e francês pela UFMG. Fez diversas formações na área de ensino da língua francesa, como Novas tecnologias e didática no CAVILAM-Vichy, e Formação intensiva BELC-América Latina . Atuou também como professora assistente no ensino de português língua estrangeira em Bordeaux. Atua como professora de francês desde 2007 e integra a equipe da AFBH desde 2012.
  • Andrea Ferraz

    Formada em Letras pela UFMG em língua portuguesa e língua francesa. Atua como professora de francês desde 2010 e professora de português língua estrangeira desde 2011. Estudou em Besançon no Centre de Linguistique Apliquée (CLA). Integrante do NEPLA (Núcleo de Estudos em Português Língua Adicional). Trabalhou como professora de português para estrangeiros para o Ministério da Saúde do Governo Federal em Cuba. Coautora do livro “Samba!” - Curso de português e cultura  brasileira para estrangeiros. Integra a equipe da AFBH desde 2016.
  • Beatriz Garcia

    Formada em Letras pela UFMG e pós-graduada em Didática de línguas pela Université Sorbonne Nouvelle, atua no ensino de francês desde 2008, tendo integrado a equipe da AFBH em 2012.
  • Juliana Sander

    Formada em Letras Português/Francês pela UFMG e pela Université Sorbonne Nouvelle, com mestrado em Estudos Linguísticos pela UFMG, atua como professora de francês desde 2015 e integra a equipe da AFBH desde 2019.
  • Isabel Mendes

    Formada em Letras - Português - pela UFMG e pós-graduada em “Ensino de gramática e reflexão” (UFMG) - atua como professora de português como língua estrangeira desde 2012, tendo integrado a equipe da AFBH em 2015.
  • Luana Cerqueira

    Licenciada em Letras (Francês/Latim e Português) pela UFMG e pela Université Lille III Charles-de-Gaulle. Já atuou como professora de Latim e Português (2014-2017). Atua como professora de francês desde 2014 e integra a equipe AFBH desde 2018.
  • Luciana Esteves

    Formada em Letras Português/Francês pela UFMG e pela Université Paris X, atua como professora de francês desde 2006 e integra a equipe da AFBH desde 2012.
  • Maria Lúcia Cambraia

    Curso de francês - Université de Lille III – Faculté de Sciences Humaines, graduação em Letras/Francês pela UFMG, atua como professora de francês e tradutora desde 1989. Integra a equipe da AFBH desde fevereiro/2019.
  • Michelle Puccetti

    Formação em Letras/UFMG (licenciatura em Francês) - Estágio de aperfeiçoamento em Didática e Pedagogia do Francês Língua Estrangeira - Université  tendhal - Grenoble Atua como professora de francês desde 2001 e como professora de português como língua estrangeira desde 2016. Integra a equipe AFBH desde 2019.
  • Samuel Menezes

    Formado em Letras (licenciatura dupla) Francês/Português pela UFMG e pela Université Lille III Charles-de-Gaulle, atua como professor de francês desde 2010 e integra a equipe AFBH desde 2016.
  • Soraia Mouls

    Formação em Francês Língua Estrangeira na Aliança Francesa de Belo Horizonte com obtenção do diploma CPLF da Universidade de Nancy II. Graduação em Didática do Francês. Língua Estrangeira pela Université de la Sorbonne Nouvelle - Paris 3. Professora de francês desde 1992, tradutora e intérprete. Professora da Aliança Francesa de Belo Horizonte desde 2009. Habilitada pelo CIEP como formadora de formadores e corretora e examinadora dos certificados DELF/DALF. Graduação em Psicologia pela PUC-MG e atualmente inscrita no curso de Psicanálise pelo Instituto de Psicanálise e Saúde Mental de Minas Gerais.
  • Tainá Nunes

    Formada em Letras/Francês pela UFMG e pela Université de Versailles - Saint-Quentin en Yvelines, atua como professora de francês desde 2008 e integra a equipe da AFBH desde 2015.

DA ASSOCIAÇÃO DE CULTURA FRANCO – BRASILEIRA DE BELO HORIZONTE (A . C . F . B )

Conselho Diretor

TRIÊNIO DE 2017-2020