Amuse Bouche especial Champagne e Rosé de Provence
10 de novembro de 2016
BLACK FRIDAY – 1 PARCELA GRÁTIS !
25 de novembro de 2016
Mostrar todos

Exposição: Metamorfose do abandono

Quando:


Data: 16/11/2016 - 14/12/2016

Horário: Horário flexível

Sobre:


“Fragmentos de uma arquitetura temerosa. Descem as casas e sobem os prédios. Infelizes os sacrilégios a um patrimônio em abandono. As janelas e os alpendres, as árvores e as lembranças. Desfazem da saudade que sentimos para erguerem o futuro que não imaginamos. Não sonhamos. Descrevemos os caminhos do cotidiano a observar a cidade se desfazendo.

Baba Jung tem uma vida a andar pelo bairro da Serra, em Belo Horizonte. Escalando as vias urbanas com a memória de um passado que não lhe visita mais. As casas existentes são resistências poéticas. Sobrevivem inquietas entre demolições, construções e erupções mundanas.  Regozija a paz e a prosperidade. Dorme a bondade de uma cidade que se automutila.

Dos dejetos e rejeitos ficam a matéria. E é desta matéria que nascem as obras de um sentido humano. As madeiras contam histórias de lugares que foram – e que agora não serão. As madeiras falam de casas, de prédios e de tédios que são vendidos como adoração. Fica portanto o objeto, o sentido e o afeto: estas esculturas esculpem uma outra arquitetura que seria possível.

São mapas. Organizando as peças em blocos e formas e cor. Desenha-se a imagem da cidade que seria planejada por um artista. Quando se reinventa os caminhos da vida. Caminhando pela Serra em busca dos rios invisíveis que foram suplantados pelo asfalto. Resta portanto o desenho. O esboço. E o plano. Este seria o planejamento do sonho – se a cidade ainda pudesse sonhar.”

Bernardo Biagioni Quartoamado

Abertura dia 16 de novembro, 19h

Último projeto do programa anual “Arte 21: Criação Artistica & Sustentabilidade”, a exposição do Baba Jung contará com uma apresentação de reflexões sobre a temática “patrimônio”, sendo nossa oitava edição da Folha das Alianças Vivas.

E como em todo vernissage deste ano, também teremos um buffet e os coquetéis oferecidos pela Mon Caviste, loja de vinhos franceses belo-horizontina!

BABA JUNG

Após anos de estudos e pesquisas no exterior (França, Espanha, Portugal,…) o artista Baba Jung voltou em 2010 para o Brasil para cursar o bacharelado em Artes Plásticas na Escola Guignard, da UEMG. Aliando reaproveitamento de materiais e consciência do Patrimônio, as pesquisas artísticas do artista levaram ele a realizar várias exposições individuais e coletivas: Lost on the way to B.C., Total Galerie, (em duo com Michel Aniol), em 2008 em Berlin na Alemanha ou Esta casa vai ser demolida, em 2015 na Galeria Quartoamado, Belo Horizonte, dentre inúmeras outras. Adaptáveis e sempre renovados, os trabalhos do artista se encontram na rua, graffitis ou assemblagens em fachadas de casas ou trens, ou em galerias com os quadros integralmente montados ou as esculturas versáteis.


 

Interessado(a)? Fale conosco

Sua mensagem