Festival Liberté 2022
1 de julho de 2022
Festival Liberté – Show do duo francês Entrée Libre
1 de julho de 2022
Mostrar todos

Festival Liberté – Conferência “Belo Horizonte – um estudo de caso no âmbito do modelo da Ecole des Beaux-Arts de Paris”

Quando:


Data: 28/07/2022

Horário: 16:00 - 17:30

Sobre:


A Aliança Francesa em parceria com a Academia Mineira de Letras convida, no dia 28 de julho, a professora e doutora Heliana Angotti-Salgueiro a apresentar a conferência “Belo Horizonte – um estudo de caso no âmbito do modelo da Ecole des Beaux-Arts de Paris”. O bate-papo, mediado pelo presidente da AML, Rogério Faria Tavares, acontece online pela plataforma Zoom com transmissão simultânea no canal do Youtube da AML, a partir das 16h, e é aberto a todos os interessados.

O evento acontece no âmbito do Plano Anual de Manutenção AML (PRONAC 203709), realizado mediante a Lei Federal de Incentivo à Cultura, com patrocínio do Instituto Unimed-BH – por meio do incentivo fiscal de mais de cinco mil e duzentos médicos cooperados e colaboradores – e da CEMIG. Copatrocínio da Tambasa.

A conferência propõe uma reflexão retrospectiva referente à tese premiada na França da pesquisadora, cuja tradução recente aborda o contexto intelectual em que se deram as pesquisas, no final da década de 1980, tendo como um dos temas a “exportação do modelo” da escola de Belas Artes de Paris e do seu sistema acadêmico nos projetos de Belo Horizonte.

“Há mais de vinte anos, minha tese de doutorado em História da Arte (que ganhou o Prêmio de Melhor Tese da EHESS em Paris) foi publicada em livro sob o título La Casaque d’Arlequin. Belo Horizonte, une capitale éclectique au XIXe siècle. (Paris, Éditions de l’EHESS, 1997). A oportunidade de traduzi-lo para o público brasileiro chegou finalmente graças à coedição da EDUSP e edições da UFMG; porém, o livro saiu em plena pandemia, em 2020, com pouca repercussão”, revela a palestrante.

A historiografia internacional em torno da École des Beaux Arts é bem conhecida no mundo anglo-saxão, mas a construção de Belo Horizonte é um estudo de caso exemplar, segundo Heliana, sobre as apropriações e transformação desse modelo na América Latina.

“Ao estudar os projetos desta capital, compreendemos o sistema arquitetural da famosa escola fora das fronteiras francesas, e as relações transnacionais nas cidades do século 19, sob vários aspectos: a circulação de profissionais, o cruzamento de suas histórias, universos de referência, e a diversidade de condições de trabalho em cada país. Para além da “desconstrução” do sistema Beaux-Arts na obra de um ex-aluno da Segunda Classe (o arquiteto José de Magalhães), reconhecemos os projetos que viu em Paris na década de 1870 e as modalidades de apropriação possível dessa experiência anos depois, do outro lado do Atlântico, além da internacionalização de uma série de debates da época, como o da crítica negativa ao ecletismo que circulava nos periódicos”, completa.

O Festival Liberté é promovido pelo Serviço de Cooperação e Ação Cultural da Embaixada da França em Minas Gerais, Consulado Honorário da França e Aliança Francesa de Belo Horizonte. Conta com o apoio da Coordenação Nacional das Alianças Francesas do Brasil, da Casa Fiat de Cultura, da Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais, por meio do programa Assembleia Cultural, do Festival Internacional de Quadrinhos de Belo Horizonte, do Festival Sensacional, da Academia Mineira de Letras, da Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais e da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais.

 

Sobre a palestrante

Heliana Angotti-Salgueiro é Pesquisadora em São Paulo junto ao Grupo de Pesquisas Brasil-França, no Instituto de Estudos Avançados da USP. Doutora em História pela École des Hautes Études en Sciences Sociales (Paris), fez pós-doutorados pela The Getty Foundation, Fapesp e CAPES, desenvolvendo pesquisas no Brasil, na França e nos Estados Unidos. Atualmente é “Peggy Rockefeller Visiting Scholar” (com bolsa do David Rockefeller Center for Latin American Studies) na Harvard University. Foi Professora titular da “Chaire Brésilienne en Sciences Sociales Sergio Buarque de Hollanda” (Maison des Sciences de l’Homme, Paris), nas universidades de La Rochelle, Poitiers, Tours, e Visiting Scholar em museus norte-americanos como ARIHA Fellow. Idealizou e coordenou o Projeto Pierre Monbeig no IEB-USP, e foi bolsista da The Getty Foundation coordenando um Colaborative Research Grant sobre o fotógrafo francês Marcel Gautherot e as representações fotográficas do Brasil, especialmente relativas à arquitetura moderna.

Seus projetos interdisciplinares se inscrevem nas áreas de história urbana, história da arquitetura e do urbanismo, história da arte, geografia humana e história da paisagem e da fotografia moderna, sob linha de pesquisa que enfatiza as biografias intelectuais ligadas às instituições de formação profissional, práticas culturais, apropriação e circulação de referências culturais e representações, especialmente entre a França e o Brasil, nos séculos 19 e 20. É responsável por uma série de publicações coletivas e individuais, além de ter sido curadora de exposições internacionais na FAAP, em São Paulo. Como professora-associada ou visitante de universidades brasileiras e francesas, organizou importantes colóquios nacionais e internacionais, reunindo colaboradores de renome. Em resumo, suas pesquisas e publicações ligam-se particularmente a uma história urbana sociocultural (saberes/ contextos/imagens).

Recentemente esteve ligada ao Programa de Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo da Universidade Presbiteriana Mackenzie, desenvolvendo pesquisas sobre o engenheiro-arquiteto paulistano Luiz de Anhaia Mello, sobre o qual prepara uma biografia intelectual, a partir de pesquisas feitas na biblioteca da Graduate School of Design (Harvard University), em Cambridge, em 2018 e em 2021-22.

Coordena um grupo de pesquisa sobre “São Paulo e Buenos Aires Intermedia” desde 2019 com professores das duas cidades, com vistas à montagem de uma exposição na linha da visualização digital.

 

 

 

SERVIÇO:

Aliança Francesa de Belo Horizonte

Festival Liberté

Conferência “Belo Horizonte – um estudo de caso no âmbito do modelo da Ecole des Beaux-Arts de Paris”. 

Palestrante: Profa. Dra. Heliana Angotti-Salgueiro

Mediação do presidente da AML, Rogério Faria Tavares

online em português

Data: 28 de julho, às 16h

Duração: 1 hora

Plataforma Zoom com transmissão pelo canal do Youtube da AML

Inscrições: https://www.sympla.com.br/conferencia-belo-horizonte—um-estudo-de-caso-no-ambito-do-modelo-da-ecole-des-beaux-arts-de-paris__1629653

Participação gratuita

 

Mais informações: cultura@aliancafrancesabh.com.br