Pique nique com Pétanque!
26 de março de 2017
Oficina de Horta Urbana: do Berçário a colheita
8 de abril de 2017
Mostrar todos

Mostra coletiva: PATRIMÔNIO[S] · BH 120 anos

Quando:


Data: 30/03/2017 - 12/04/2017

Horário: Horário flexível

Sobre:


Como a cada ano desde 2014, lançamos a programação 2017 da Galeria Georges Vincent com uma mostra coletiva, reunindo pedacinhos de cada projeto selecionado pelo júri.

Acontecerá dia 30 de março a partir de 19:00 na Aliança Francesa Belo Horizonte!
A partir do dia 20 de abril, como a cada terceira quinta-feira de cada mês até novembro, apresentaremos os 8 projetos expositivos selecionados:
  • 20/04 – 11/05: Mão de obra – Raphael Ferreira
  • 18/05 – 15/06: Transitórios Urbanos – Cris Xavier Art, Edhu Nascimento & Rosilene Souza
  • 22/06 – 13/07: Contar, cortar. Conto o que recortei do conto – KK Bicalho
  • 20/07 – 10/08: Casa e Chão – Ivan Araújo, Raíssa Pena & Paola Carvalho
  • 17/08 – 14/09: Dos Acaiacas ao Niemeyer – Rafael Abreu & Alessandra Filardi
  • 21/09 – 12/10: Carcará – Jeannie Helleny
  • 19/10 – 09/11: Sacralirismo – Um olhar poético, imaginário e transcendental sobre o Cemitério do Bonfim – Ricardo Baroni
  • 16/11 – 07/12: Pequeno Guia Forasteiro – Micrópolis
A partir dos lindos projetos expostos, que chamamos “Sensibilizações poéticas”, organizaremos uma programação associada com uma vontade de compartilhar uma reflexão comemorativa e crítica de Belo Horizonte depois de 120 anos de existência. Palestras, visitas guiadas, debates, oficinas: ao longo do ano, vamos trocar ideias e imaginar uma Beagà mais linda, aberta e humana para os 120 próximos anos!
 
O Júri: Mirella Spinelli, Thiago Pena & Pierre Alfarroba
 
——– + ——– + ——– +——– + ——– + ——– + ——– + ——– + ——–
 
“A inauguração de Belo Horizonte, no dia 12 de dezembro de 1897, marcou o início do desenvolvimento da 3ª metrópole brasileira.
 
A Serra do Curral.
A riqueza da produção literária, Drummond, Sabino, Henriqueta Lisboa e tantos outros.
A febre visionária de JK e Oscar Niemeyer.
O Clube da Esquina, Tizumba, Skank.
A cidade que queremos.
O pão de queijo, a comida de buteco, a cachaça.
Os Festivais internacionais de Teatro, de Dança, de Quadrinhos: FIT FID FIQ.
A influência de Ínima de Paula, Guignard, Yara Tupinambá.
O dinamismo dos blocos do carnaval, frutos de movimentos espontâneos e cidadãos.
Galoucura, Máfia Azul, Seita Verde.
A arte da tatuagem.
Os Grupos Corpo, Galpão, Espanca!
Pampulha, Patrimônio mundial da Unesco.
A praia da estação.
A difícil coexistência dos estilos arquitetônicos Art Déco ou modernistas com a floresta de pedra da especulação imobiliária. Os rios escondidos. A cidade jardim. As arvores cortadas.
Onde “não tem mar mas tem bar”.
 
Uma infinidade de imagens se encontram para definir, ilustrar, celebrar ou criticar a capital mineira.
 
Neste ano 2017, ano da comemoração dos 120 anos da nossa cidade, a Aliança Francesa de Belo Horizonte abre a sua galeria Georges Vincent aos artistas mineiros para compartilhar as suas interpretações das múltiplas facetas que fomentam a identidade de Beagá, território em perpétua movimento.”
 
Pierre Alfarroba
Diretor da Aliança Francesa
 
——– + ——– + ——– +——– + ——– + ——– + ——– + ——– + ——–
 
Um evento organizado com o apoio de Mon Caviste – Vinhos Franceses Originais & Lidice Peres e o patrocínio de SKEMA Business School.

 

Interessado(a)? Fale conosco

Sua mensagem