Exposição “Complexo” – Drin Côrtes e Douglas Resende
17 de junho de 2015
MUMIA em cartaz
1 de dezembro de 2015
Mostrar todos

O que dizer sobre o nada sei – Rick Rodrigues

Quando:


Data: 21/10/2015 - 11/11/2015

Horário: 08:00 - 19:00

Sobre:


Os desenhos em grafite colorido de Rick Rodrigues chegam à Galeria Georges Vincent, da Aliança Francesa Belo Horizonte, na exposição “O que dizer sobre o nada sei”. A abertura da mostra ocorre no dia 21 de outubro, quarta-feira, e as obras ficam disponíveis no espaço até 11 de novembro.

A técnica característica do artista capixaba é o desenho com grafites secos coloridos, além de experimentar texturas com a caneta esferográfica no verso do papel e combiná-las com grafite vermelho ou azul na face frontal. As obras produzem um efeito semelhante à ilusão de ótica e fazem o observador se questionar sobre o processo de produção e as ferramentas do artista.

Entre as temáticas que permeiam a obra de Rick Rodrigues estão signos que remetem às lembranças de sua infância. Os objetos desta época ainda rondam os rabiscos e poesias do artista, tornando-se presentes em linhas e formas desta exposição. “Busquei nas casinhas enfileiradas da minha comunidade o reduto para o processo de criação, um cotidiano que parecia isento de qualquer riqueza e possibilidades de transformação”, explica.

A exposição é composta por cerca de 30 (trinta) desenhos reunidos por temáticas comuns e a partir do pensamento “O que dizer sobre o nada sei”, homônimo à exposição, evocando os elementos da casa-lar do artista e o “quarteliê”, reduto criativo e onde criou suas obras. Ora, elementos do desenho tridimensionam-se e pousam sobre a parede, como “Casa de Passarinho”, instalação com miniaturas associadas às pequenas monotipias das aves, que remetem ao refúgio para onde sempre é possível voltar.

Sobre o Artista

Nascido em João Neiva, no interior do Espírito Santo, Rick Rodrigues graduou-se em Artes Plásticas pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Faz parte do grupo de artistas da Galeria OÁ – Arte Contemporânea, em Vitória.

Percorrendo as localidades do interior de seu estado-natal, Rick se interessa por elementos destes cenários bucólicos e pelo caos da arquitetura urbana, mesclando essas imagens na produção poética de cenários surrealistas. Já teve suas obras expostas em Vitória, São Paulo, Santa Maria, Viçosa e em Portugal.


 

Interessado(a)? Fale conosco

Sua mensagem